O que está procurando?

Carregando...

terça-feira, 21 de junho de 2016

Grécia : do Egeu ao Adriático

Pouco mais de um ano atrás, recebi uma mensagem no Facebook, de uma leitora do blog e irmã de um velho amigo dos tempos do colégio heheeh, pedindo dicas de viagem para a Grécia, infelizmente eu ainda não me aventurei por lá, mas fiz o que pude para ajudar com dicas e pedi a ela para que quando voltasse de viagem contasse um pouco da sua experiência para eu compartilhar com todos vocês! 


Então vamos curtir um pouquinho das Ilhas Gregas nas palavras da Rosi e em suas belíssimas fotos...

Arquivo Pessoal Rosilene

Grécia por Rosilene Carvalho

"Conhecer a Grécia sempre foi um sonho antigo e os motivos eram muitos, história, belas naturais, cultura, aspectos sociais, entre outros. A viagem ocorreu em Out/2015, entretanto já estava planejada desde o início do ano, e na altura em que ocorreu não poderia ser mais oportuno, a atual situação pela qual passava o povo grego: a mais grave crise financeira de sua história e a crise dos refugiados. Vivenciar um pouco mesmo que superficialmente o que se passava, bem como ter lá estado como viajante, já penso que foi uma forma de contribuir para a economia local, sem contar que foi algo que faz parar para refletir, com certeza, enriquecedor. Tiro de tudo isto uma gratificante interação com o povo, alegre e hospitaleiro, que mesmo diante das dificuldades se mostrou otimista e sempre com um sorriso para receber toda a gente. Todas as experiências envolvendo os locais foram sempre ótimas!
Arquivo Pessoal Rosilene
gastronomia teve sua parte de destaque, tudo é muito bem aromatizado, as ervas dão o toque clássico da culinária Mediterrânea, seguido pelo azeite de excelente qualidade, o tradicional queijo Feta, o mel pelo qual fiquei encantada (extremamente cheiroso e dourado, o melhor que já experimentei!), o inigualável iogurte grego e a melhor das surpresas um doce, a Baklava – um pastel de massa folhada com recheio de pistache, avelãs e nozes trituradas banhados em mel. (É bem comum na Grécia, mas sua origem é Turca.)
ATHENAS: Parada mais que obrigatória, a cidade respira história, onde se olha há escavações pelas ruas, e ruínas muito bem preservadas. Ao cair da noite a é vista deslumbrante fica tudo com uma iluminação especial. Neste roteiro as paradas fundamentais; Acrópoles, museus, centro da cidade e Parlamento Grego - e claro, de acordo com o contexto atual ver toda a movimentação de militares e protestos que se acumulavam em frente ao Parlamento, para quem quer saber como anda o clima político na no país.


Arquivo pessoal Rosilene
MYKONOS: A ilha é linda, glamorosa e alegre. A diversão tem point certo na chamada “Little Venice” que é o ponto mais badalado da cidade, com ótimos restaurantes, bares e boates à beira mar. Possuí uma ótima estrutura, ruas estreitas com muitas flores por todo o lado, escadas, casebres brancos e azuis como os de Santorini. O cartão postal mais conhecido são os moinhos de vento, lindíssimos! Eles ganham um charme a mais quando iluminados durante a noite.

Arquivo pessoal Rosilene

SANTORINI (THIRA): Bem, deste lugar realmente tem muito que se dizer, então há que resumir. Oia tem a melhor vista do pôr do sol da ilha e é de lá que se têm as icônicas fotos das casinhas brancas com cúpulas azuis penduradas a beira mar, o pôr do sol, as ruas estreitas de ladrilhos, as múltiplas flores descendo das sacadas e os burrinhos enfeitados a subir as escadarias trazendo em seu lombo os turistas, muito fofo! Mas preferi os bondinhos, rss! Para além, há outros passeios altamente recomendáveis, como a visita à caldeira do vulcão Nea Kenemi, em alguns pontos o cheiro de enxofre é forte, pois o vulcão ainda é ativo e é possível sentir o solo bem quente os pontos específicos por conta da atividade vulcânica. Há também vinícola com vista para a caldeira do vulcão que se chama Santo Wines, na região de Pryrgos e também a cervejaria Santorini Brewing Company, responsável pela bebida carro chefe da região a cerveja Yellow Donkey, não esqueçamos também de suas irmãs: Red Donkey e Crazy Donkey. Uma curiosidade que vale aqui contar é que o mascote da ilha é o burro... onde se olha, se vê um burrico! Um chaveiro, uma camiseta, um souvenir... ele é muito querido por lá. E ainda falando em cerveja, ao consumirmos uma das locais nos chamou a atenção em especial, justamente pelo que trazia em seu rótulo.

Arquivo pessoal Rosilene

Arquivo pessoal Rosilene
METÉORA: Em grego significa “meio do céu” e não por acaso. Suas montanhas e desfiladeiros dão esta exata sensação. Monastérios foram construídos no topo das montanhas por monges eremitas que buscavam refúgio para fugir da ocupação turca no século XIV, destes, seis permanecem até os dias de hoje. O acesso original a estes lugares só era possível através de cestos içados a 373 metros de altura. Hoje é possível adentrar nos mosteiros e ver os cestos em movimento, subir as montanhas ao entorno, apreciar a vista deslumbrante e as curvas das estradas da região da Tessália, que, diga-se de passagem, no Outono é linda em tons de laranja, amarelo e vermelho... Para explorar bem a região recomenda-se um dia e passar a noite na cidade mais próxima que é Kalambaka.


ZAKYNTHOS (ZANTE): Saindo do roteiro das Cíclades, passamos para esta ilha Jônica que fica no braço do mar Adriático e é muito conhecida pela Navaggio Beach. Indescritível, acho que é como posso resumir! Outro ponto de visitação muito conhecido e imperdível são as Blue Caves. Pequenas embarcações com casco de vidro levam os visitantes para dentro das cavernas onde é possível ver às águas mudando de cor por conta do incrível tom de azul da água que oscila conforme a luz incide sobre e o solo que é de um calcário branquíssimo e as estalactites esculpidas ao longo do tempo.
 
Arquivo pessoal Rosilene
Arquivo pessoal Rosilene


Rosilene Carvalho é Curitibana, 35, Secretária Executiva de formação. Sonhadora por profissão... carrego mais sonhos na mão que dinheiro no bolso, acredito na vida e por incrível que pareça nas pessoas também! Amo viagens, literatura, música e fotografia, uma boa conversa e estou sempre atrás de algo novo, pois a curiosidade é o que me move. ok clichê, mas isso é aí.




Tem alguma outra dica sobre a Grécia? Deixe nos comentários pra ajudar outros viajantes!


Acompanhe o Juju no Mundo no Instagram, Snapchat (👻 jujunomundo) e Facebook
Reserve seu hotel ou hostel em qualquer lugar do mundo com o Booking. E não esqueça do Seguro Viagem da Mondial! 


quarta-feira, 8 de junho de 2016

Dicas para quem esta pensando em fazer Mestrado fora do Brasil

E hoje temos um texto com ótimas dicas para quem esta pensando em fazer Mestrado no exterior. A Mai, uma grande amiga minha, tem buscado por oportunidades, opções e como funciona este processo. E ela decidiu compartilhar conosco um pouco sobre a sua experiencia na aplicação para cursar mestrado na Universidade de Perugia na Itália!!! 

A Mai ja escreveu aqui no blog contando sua experiencia de viajar sozinha pela primeira vez por Cuba e Venezuela e em 2014 ela fez um intercambio de um ano no Canadá onde fez curso de inglês e trabalhou temporariamente em um café... atualmente ele mora no interior de SP devido uma bolsa que conseguiu para o mestrado na USP.

Photo by cooldesign

Texto por Maiuly Gomes

Esta lista de procedimentos a serem seguidos para conseguir fazer mestrado em outro país foi baseada em minha experiência pessoal, aplicando para cursar o mestrado na Universidade de Perugia na Itália. Embora eu tenha conseguido ser aprovada na universidade em questão, infelizmente não pude ir estudar por motivos pessoais. De toda forma, gostaria de compartilhar minha experiência vivida de modo a ajudar outros estudantes interessados em fazer esta aplicação em universidades fora do Brasil. Ressalto que minha lista de procedimentos foi baseada em um caso específico e poderá variar de país para país.

1) Pesquisar os países de interesse que ministrem o curso no idioma que se possuí domínio;
2) Pesquisar as universidades naquele país escolhido para saber quais possuem o curso de mestrado que se pretende cursar;
3) Checar a pontuação mínima dos testes de proficiência que o estudante deve possuir no idioma em que será ministrado o curso (no caso de o candidato não ser nativo de tal idioma);
4) Checar os valores mínimos de rendimento acadêmico na graduação que a universidade admite;
5) Validar o diploma de graduação  para fins de estudo na embaixada do país de interesse;
6) Realizar exame de proficiência na língua em que se pretenda estudar, caso seja necessário;
7) Com os resultados das etapas 5 e 6 em mãos, verificar os procedimentos para pré-inscrição na universidade. Esta pré-inscrição é uma verificação inicial que a universidade faz para saber se o candidato cumpre os pré- requisitos gerais para se inscrever no curso almejado;
8) Tendo a pré-aprovação da universidade, ir a embaixada ver os procedimentos para validação desta pré-inscrição da universidade na embaixada. Confirmar se a embaixada em questão admiti apenas uma pré-inscrição por ano calendário, lembrando que cada pré-inscrição limita-se a uma universidade e a um curso específico de interesse;
9) Caso as suas duas pré-inscrições sejam aceitas (na universidade e a validação da mesma na embaixada), verificar os procedimentos para obter o visto de estudos;
10) Os procedimentos do visto de estudos caso o estudante pretenda estudar por conta própria,  no geral se referem a: indicação de um local para se hospedar no outro país; possuir os bilhetes aéreos (de ida porque o de volta se perderá devido a grande diferença de tempo entre a sua ida e a sua volta, caso o estudante volte apenas ao final do mestrado); ter a carta de aceitação da universidade que pretende estudar; possuir um plano de saúde por todo o período fora do Brasil; ter disponível, podendo compor renda com alguém,  o valor referente ao total do curso somado ao montante referente a permanência no outro país por todo o período de estadia lá. 
OBS.: Lembro que cada país têm as suas regras específicas para solicitação de visto de estudos e estas devem ser verificados diretamente na embaixada de cada país.
11) Caso o estudante precise de uma bolsa de estudos, ele deverá esperar vir a declaração de outorga da bolsa para saber o que ela contemplará e quais dos pré-requisitos do visto de estudos o estudante deverá ter por conta própria;
12) Chegando ao país de destino, o estudante deverá ir na polícia local e solicitar uma autorização de residência para fins de estudo. Os documentos variam, porém no caso da Itália por exemplo exige-se: passaporte com validade maior do que 6 meses da data de término do curso pretendido, declaração da bolsa de estudos (se for o caso), comprovação financeira dos custos de moradia que terá para residir no outro país,  visto de entrada e carta de pré-inscrição na universidade.
13) Com esta autorização e todos os outros documentos em mãos ir até a universidade fazer a inscrição para o curso desejado.

Arquivo pessoal Maiuly durante seu intercâmbio no Canadá
Estudar fora é um desafio muito interessante que exige bem mais esforços e paciência do que um processo seletivo de mestrado no Brasil. Ainda mais porque no percurso encontramos muitas informações desencontradas. Todavia, independente disto, espero com este texto ter motivado outras pessoas a correrem atrás do sonho de especializar-se fora do país.

Boa Sorte e Sucesso em sua caminhada... 




domingo, 21 de fevereiro de 2016

Pomar Colaborativo, uma experiência diferente

O Pomar, é um evento gastronômico colaborativo, que reúne gastronomia, arte, design, moda e música! A ideia do projeto é da Chef de Cozinha Jennifer Mantovani, Chef do Tibamex Delivery e colunista no blog Arquitetando Estilos. 

O POMAR, pela Chef Jennifer "... é a intimidade de um jantar com a facilidade de um restaurante. Uma oportunidade de experimentar pratos deliciosos e conhecer novas pessoas em um ambiente único e em constante mudança. Um momento encantador, inovador e memorável"

   

O intuito do evento é aproximar o consumidor do pequeno empreendedor. Que oferece um trabalho único e exclusivo, ficando longe das produções em série e de grande escala. Onde o consumidor possa sentir-se mais próximo e identificar-se com o produto que esta consumindo. Trazendo um delicioso menu preparado pela Chef Jennifer, o menu é secreto e os participantes depois de se inscreverem receberam todas as informações, onde deveram informar inclusive suas restrições alimentares. Depois de receber estas informações a Chef preparará um menu exclusivo. Toda a decoração do salão é totalmente integrada com os mais de 50 produtores de setores diversos com música ao vivo para alegrar o ambiente!!!

De acordo com a Chef Jennifer: "Acreditamos que quanto mais conhecermos os produtores locais, processos e qualidade do que consumimos, melhor será nosso futuro. Um futuro mais honesto, mais saudável e mais sustentável. Este evento foi elaborado especialmente para todos que acreditam como nós na importância de valorizar o trabalho autoral de produtores honestos e transparentes. Promovendo também a inclusão social e a saúde do planeta."

 

Além de proporcionar uma experiência maravilhosa aos participantes, a ideia também é de criar um espaço onde pequenos empreendedores / produtores possam expor seu trabalho com um pequeno investimento. Pois a dificuldade destas pessoas para investir sem saber o retorno que isso trará é grande. E foi a partir disso que a ideia do evento surgiu. Os colaboradores não pagam para ter seus produtos no Pomar. Eles apenas ajudam a montar o kit que é entregue para cada participante. Assim o Pomar ajuda na divulgação de suas marcas, possibilitando o aumento de visitantes em seus websites e redes sociais e quem sabe atraindo novos consumidores para o seu produto.

"...Pomar, os frutos são os colaboradores do evento, compartilhando suas criações, inovações, conhecimento e paixão!"

Os eventos terão limite de número de pessoas e produtos participantes. A cada evento uma nova temática, uma nova experiência. Na edição de inauguração o menu será um Brunch Americano. Para as próximas edições haverá harmonização de vinhos, queijos, pães e frutas com aula de artesanato e pintura e outro com hambúrgueres e cervejas artesanais locais. 

Conheça os colaboradores participantes e tenha maiores informações sobre como participar dos eventos acessando a página do evento, aqui.  

Serviço:
Evento Pomar Colaborativo
Data: 19/03/2016 as 13h (edição de inauguração) - data limite para inscrição é 05/03/2016
Local: ARCA - Aliança Criativa / Rua Flávio Dallegrave, 2661, Curitiba.
Valor do investimento para participar: R$150,00 por pessoa. Compre aqui seu ingresso. 
Incluso: 1 menu harmonizado com entrada, prato principal e sobremesa + 1 drink de boas vindas e mesa de antepasto livre durante o evento. Mais um kit com mais de 30 itens comestíveis e artesanais dos nossos colaboradores. 


Instagram: @pomarcolaborativo  ///  Use a hashtag #pomarcolaborativo em suas fotos do evento!


"...Encantador, inovador, memorável..."



domingo, 24 de janeiro de 2016

Sugar Bakery - Um doce de lugar

Eu amooo doce, especialmente os que envolvem chocolate. No fim do ano passado eu e mais alguns amigos blogueiros fomos conhecer e fazer uma degustação de cupcakes na Sugar Bakery!!! 

Pensa num lugar lindo, com pessoas super atenciosas te servindo e com muitos cupcakes, tortas e coxinhas deliciosossss.... Eu conheci o trabalho da Ana, proprietária e chef da Sugar, durante o V Curitiblogando, onde os participantes ganharam um cupcake de churros, simmm de churros!!! Uma delicia, até então ela só atendia a pedidos por encomenda. E quando para nossa alegria no fim do ano de 2015 eles abriam a loja mais doce do Batel.
Foto divulgação Sugar Bakery 
O espaço é super fofinho e a equipe super atenciosa, fiquei encantada. E para nossa surpresa fomos todos recebidos com um lindo prato personalizado com nossos nomes!!! Um mimo só... 


A Ana é dentista e sempre teve o sonho de ter uma doceria próximo a uma escola. E assim surgiu a Sugar Bakery em 2015. Lá você encontra mini cupcakes, tortas, bolos, cafés e uma coxinha muito gostosa. 

 
Fiquei com muitaaa vontande de provar este dois, depois que vi as fotos no perfil do Instagram deles. 

Vou contar um segredinho para vocês, eu não era muito fã de comer cupcake, na verdade não entendia muito bem o conceito do cupcake. Afinal para mim, era apenas um bolinho com cobertura bonitinha hahahah... foi então que minha irmã caçula a Mari, que adora fazer doces e inventar moda na cozinha, começou a fazer para a familia em casa para comermos de sobremesa aos fins de semana e confesso que aos poucos fui curtindo mais o tal do cupcake. Já comi vários, mas confesso que os da Sugar me conquistaram, principalmente devido serem mini cupcakes tamanho ideal, para poder comer vários e de diversos sabores ahahhaahah.... 

O mini cupcake é feito para ser comido em três mordidas, mas eu acho que ele é perfeito para um mordida única onde todos os sabores da massa e cobertura se misturam, hummm só de lembrar me dá água na boca, confira o vídeo aqui! Acho que preciso ir visitar a Sugar novamente eheheheh...

Durante a degustação nós provamos 3 cupcakes: churros, blueberry e o sugar. E se não bastasse, ainda provei um pedaço de torta de chocolate belga que foi paixão a primeira vista!!! #chocolover assumidaaaaa
Snap/foto @blogfinestrino (Anna) 
Até lambi todo o chocolate belga usado para escrever o meu nome no prato.... Não resisti, foi uma overdose de doces.... 
Snap/foto @blogfinestrino (Anna) 
A Sugar sempre esta lançando novos sabores. Acompanhe eles nas redes sociais Instagram e Facebook e fique por dentro de todos os acontecimentos. Eles também aceitam encomendas para eventos. Imagina ter um bolo destes no meu aniversário....... O preço médio de cupcake fica em torno de R$4,00 - R$4,50 cada. 

Aproveito para agradecer a Ana pelo convite e parabenizar pelo lindo e delicioso trabalho... muito sucesso para você, sua equipe e para a Sugar. 

Um domingo bem docinho para todos!!!! 


Serviço:
Rua Bispo Dom José, 2655, Loja 02 – Estacionamento Grátis
Horário Seg a Sex: 11:30h às 19h e Sab: 14h às 19h

domingo, 10 de janeiro de 2016

E um novo ano se inicia

Todo término / inicio de ano gosto de fazer um balanço para saber se tudo o que planejei para o ano aconteceu e então planejar o próximo ano. Simm eu planejo um ano de cada vez, não sou muito de pensar no futuro, se bem que eu deveria começar a pensar um pouco nisso heheeh. 

O ano de 2015 foi cheio de boas surpresas, depois de receber a maravilhosa noticia que seria tia/madrinha da Leah, decidi por mudar todos os planos que eu tinha de sair do Brasil. Pois queria estar presente durante a gestação da minha irmã e também nos primeiros meses de vida da nossa princesinha.

Com esta decisão, optei pela também pela mudança de emprego, sai do Curitiba Hostel para a Operadora de Turismo Schultz. E também decidi morar sozinha, mas claro que bem pertinho família.

Foi um ano diferente pois precisei mudar muito a minha rotina, ou melhor criar uma rotina mais caseira, para poder economizar dindin ($$$), afinal morar sozinha não é nada barato hahahaha. E quem me conhece, sabe que não sou muito fã de ficar em casa, mas escolhas são escolhas. E mudanças são sempre interessantes.

Fiz apenas duas viagens de fim de semana e ambas foram no Paraná mesmo, uma para a Ilha do Mel e outra foi para Foz do Iguaçu, que inclusive foi o destino da minha primeira 'press trip' ehheeeheh e participei do meu primeiro encontro de blogueiros que aconteceu aqui em Curitiba, o V Curitiblogando. E foi muitooo bommm, aprendi muito e conheci pessoas incríveis! 

O ano de 2016 se inicia e com ele muitas ideias, muitos planos, muitos projetos. Pretendo passar o ano no Brasil, a não ser que apareça uma oportunidade para o exterior novamente!!! Quero aproveitar mais Curitiba, talvez viajar por alguns lugares pelo Brasil e curtir muito mas muito mesmo a minha sobrinha!

Minha lista de metas para 2016:

- Voltar a praticar atividade física, afinal depois dos 30 precisamos nos cuidar um pouquinho mais. Não sou fã de academia, mas acabei me redento, então é isso amanhã começo a malhar.

- Comer mais saudável, simm reduzir as 'besteirinhas' do dia a dia, buscando uma alimentação mais balanceada. Mas não posso garantir que reduzirei o chocolate heeheheh

- Me dedicar mais ao blog, simm quero escrever muito mais aqui!!! Ahh e este ano além de colunista do Brasileiras Pelo Mundo, vou escrever para dois outros blogs o Brasil com Z onde irei compartilhar sobre os anos que vivi em Cingapura e também para o Uma Cerveja Por dia onde irei escrever sobre cerveja artesanal!!! Acompanhem... vai ter muito material interessante.

- Trabalhar ainda mais com o Instagram, estou adorando aprender mais sobre fotografia, mesmo ainda curtindo muito as fotos espontâneas e engraçadas, tenho tentando aperfeiçoar um pouco a  minha técnica em fotografia.

- Quero conhecer pelo menos um novo lugar a cada mês em Curitiba, seja um bar, um restaurante, um atrativo turístico. Aceito sugestões e será muito bom ter a sua companhia também!!! Afinal é sempre muito bom estar com os amigos e fazer novos amigos!

É acho que é uma boa lista para começar o ano.....

E quais são as suas resoluções para o novo ano?